ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Anpecom inicia programa “Jornada Empreendedora” e deve estimular jovens rurais de baixa renda a empreender

Ações acontecem por meio de parceria com a Aliança Empreendedora e a Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Estado do Ceará

d8078bde 98ab 4a0a 8f18 00853529c882Teve início nesta segunda-feira, dia 16 de janeiro, no Sítio Morrinhos, município de Mucambo, no Sertão do Ceará, o primeiro ciclo do Programa “Jornada Empreendedora”, resultado da aprovação da Associação Nacional por uma Economia de Comunhão (Aliança Empreendedora) em edital promovido pela Aliança Empreendedora. O ciclo aconteceem parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Estado do Ceará.

Além desse primeiro ciclo, denominado “Vai que dá”, estão programadas mais quatro edições a serem realizadas até o próximo dia 4 de fevereiro, em comunidades rurais dos municípios de Ibaretama (Fazenda Uruanã), Jaguaribara (Assentamentos Curupati e Mandacaru) e Jaguaretama (Assentamento Alagamar), todos no interior cearense. O ciclo “Vai que dá” é direcionado aos jovens, de 18 a 29 anos, que não possuem uma ideia de negócio estruturada e são considerados de baixa renda. Ao todo, mais de 100 jovens serão formados.

Acreditamos que o empreendedorismo é uma capacidade importante a ser desenvolvida no processo de construção de uma economia autenticamente humana, efetivamente sustentável, a fim de proporcionar o bem-estar das pessoas e gerar vida comunitária com resultados compartilhados”, destacou a presidente da Anpecom, Maria Helena Fonseca Faller.

A metodologia do ciclo “Vai que Dá” tem como base a Abordagem Efetiva (Teoria do Effectuation) que, em suma, propõe uma combinação do método “aprenda fazendo” (learning by doing), ou seja, a prática da tentativa e erro no empreendedorismo.

Desenvolvido no intuito de contribuir para o processo de desenvolvimento de ideias de negócio bem como no amadurecimento do perfil empreendedor, o ciclo convida o participante a voltar seu olhar para o mundo e para si mesmo, podendo então fazer uma escolha mais consciente sobre a sua vontade de empreender e sobre o negócio que gostaria de desenvolver.

Para a presidente da Anpecom, “essa parceria aconteceu no momento justo em que a Associação buscava organizações com objetivos semelhantes para expandir sua estratégia de incentivo ao empreendedorismo civil, ético, social, empreendedorismo de Economia de Comunhão (EdC), focado nos jovens e especialmente, jovens considerados de baixa renda”, frisou.

Image

ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

LIVROS, ARTIGOS & MEIOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Filtrar por Categorias

© 2008 - 2021 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - edc@marcoriccardi.it