ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Polo Solidaridad em situação de emergência por inundação

É grave a situação depois da inundação dos últimos dias no Polo EdC argentino Solidaridad, situado próximo à Mariápolis Lia em O'Higgins

por Antonella Ferrucci

150808 OHiggins Inondazione Polo 01 ridUm e-mail que circulou entre os sócios do Polo Solidaridad e depois de poucas horas uma postagem no facebook dizia: "Solidariedade para com o Polo Solidaridad". Foi assim que soubemos da grave inundação que atingiu o Polo Solidaridad e a Mariápoli Lia de O'Higgins (Argentina) nestes últimos dias.

Perguntamos a Carolina Carbonell como está atualmente a situação e ela nos conta: "A Mariápolis e o Polo atualmente estão isolados porque a água subiu 80 cm em alguns pontos da estrada. Até sábado passado, com algumas dificuldades, conseguíamos chegar lá, mas agora não dá mais".

A situação é crítica tanto no Polo quanto na Mariápolis: "Todo o Polo está parado. A água entrou em três casas da Mariápolis. O canal está em boas condições, mas não consegue receber mais água porque já está cheio. Só resta esperar que a chuva pare e a água comece a fluir."

Perguntamos a Carolina qual é a situação dos empresários do Polo: "Quem parece estar mais150808 OHiggins Inondazione Polo 02 rid prejudicado é Pepe Marín, o empresário da empresa agrícola Primicias que, provavelmente perdeu toda a produção." Carolina falou com Pepe, que está tranquilo, mas -admite- "um pouco desorientado". "As perdas econômicas talvez serão enormes, e precisamos estar perto deles tanto do ponto de vista moral quanto material. Mais do nunca temos que ter presente a comunhão", conclui Carolina.

No entanto a notícia começou a se difundir entre os empresários espanhois e alguns destes conheceu Pepè Marin em Nairóbi e logo nasceu espontâneo o desejo de ajudar concretamente Pepè: "Estamos com ele -nos conta com prontidão Isaias Hernando da Associação EdeC espanhola- e mandamos dizer-lhe que pode contar conosco: que nos diga qual o método melhor para ajudá-lo concretamente." Viver a comunhão e "Amar a empresa do outro como a nossa", significa comportar-se como se faz numa família, também de modo concreto. Da Argentina Carolina promete que vai nos manter atualizados: não deixarão de nos darem notícias. 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Image

ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

LIVROS, ARTIGOS & MEIOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Filtrar por Categorias

© 2008 - 2021 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - edc@marcoriccardi.it