ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Bretanha: em Village St.Joseph, forte experiência de comunhão

Uma experiência única na França: empresários e “pobres”, juntos para testemunhar que um mundo novo é possível

por Chantal Grevin

120331_Village_St_Joseph_02_ridO evento do dia 31 de março em Village Saint Joseph (Bretanha) representava o encontro conclusivo dos diversos eventos realizados na França pelos vinte anos de Edc, e foi uma experiência inédita na Francia: os dois principais atores da Edc, empresários e “pobres”, juntos para testemunhar que um mundo novo é possível.

O Village Saint Joseph é um lugar que «abre as suas portas para quem tiver necessidade de fazer uma pausa… pessoas que sofrem de solidão, famílias, marginalizados... Uma acolhida que pode se faz de várias formas: uma pausa de alguns meses, um passeio de uma semana, um encontro de algumas horas, um retiro espiritual, um momento de oração…». O projeto é conduzido por várias associações locais.

 No dia 31 de março estavam presentes 130 pessoas: residentes do Village Saint Joseph, membros do Movimento dos Focolares e pessoas convidadas para conhecer a EdC (entre esses, o Vigário Geral da diocese de Saint Brieuc); a experiência foi aquela de se sentir envolvidos por um clima de comunhão onde cada um recebeu mais do que deu. Para garantir também a contribuição dos pesquisadores de Edc, participou Anouk Grevin que é uma professora-pesquisadora e uma doutoranda africana.

Após uma breve apresentação da EdC feita por José e Chantal, foi dada a palavra aos empresários EdC Philippe Picard, Xavier Charon, Jean-Louis e Irène Plot e Jean-Guy Thomas, que deram um testemunho verdadeiro e profundo. As perguntas do público permitiram ir mais além. Bernard del Village Saint Joseph levantou-se para dizer: «Hoje eu me reconciliei com a empresa. Para mim, os donos/proprietários deveriam ser abolidos. É uma verdadeira cura, da qual quero dar meu testemunho».

O almoço ao sol, (estava previsto no programa!) foi a oportunidade para um diálogo muito profundo sem nenhuma barreira. Cada um comunicava o que tinha dentro de sí. Depois, a visita ao povoado fez com que entrássemos na vida concreta 120331_Village_St_Joseph_01_riddos habitantes, com as suas atividades de confecção de mosaicos, de trabalhos com cerâmica, de horta e de criação, com as casas organizadas em «focolares» (!) e a capela onde os habitantes se encontram regularmente para a oração.

A presença de Jesus é palpável neste lugar. Pode-se perceber, de modo especial, nos rostos daqueles que viveram situações particularmente difíceis (alcoolismo, droga, hospitais psiquiátricos, vida nas ruas…), transfigurados por essa vida nova com Jesus, descoberta graças à vida neste povoado. E essas pessoas nos deram um presente contando-nos as suas vidas, o inferno do qual saíram quando chegaram ao Village e o modo com que Jesus se manifestou a eles. Ouvimos contarem a muitos que depois de terem passado por diversas terapias e pós-terapias de desintoxicação sem resultados duradouros, aqui conseguiram «sem sofrer a abstinência», e reconhecem que foi Jesus a «salvá-los». Dois deles, em breve serão batizados.

É impossível descrever aquilo que esses testemunhos provocaram em cada um de nós. O Amor circulava livremente. Os pequenos grupos em que nos dividimos permitiram a que cada um pessoalmente entrasse nessa corrente de comunhão. Estávamos experimentando aquilo que está no coração da EdC: a reciprocidade entre as duas extremidades da cadeia da EdC, empresários e «pobres» que tem muito para dar, uma cadeia que arrastava a todos, qualquer que fosse a nossa condição, numa mesma corrente. Cada um deu, cada um recebeu, éramos «um só corpo e uma só alma». A nossa unidade cantava o Magnificat!

Image

ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

LIVROS, ARTIGOS & MEIOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Filtrar por Categorias

© 2008 - 2021 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - edc@marcoriccardi.it